Aula de piano, estudo do piano, Jogos Musicais, kanban, Método de iniciação pianística, Music Game, Piano Lessons, Professor de Piano, Repertório para Piano

Veja os posts mais lidos aqui na PianoLar!

††

Promoted Post

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

Aula de piano, Aulas de música, Professor de Piano, retrospectiva 2020

Retrospectiva 2020: do presencial ao online

Olá querido (a),

Gratidão por sua presença aqui no blog.

Neste post, compartilho com você um pouquinho do meu trabalho durante o ano de 2020 como professora particular de piano na cidade de Ribeirão Preto – SP. Foi um ano tão atípico, em decorrência da pandemia, mas seguimos com novas aprendizagens, reinvenções e gratidão.

O ano de 2020 começou assim… [Arraste e veja momentos presenciais com alguns alunos no início desse ano]

A partir de Março as aulas foram para o formato online.

A minha experiência com o ensino online remete ao ano de 2012, quando fiz o curso “Formação em Tutoria Virtual” com carga horária de 120 horas pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar – SP). Apesar de ter feito esse curso, a prática com alunos particulares de piano ocorreu em 2017 quando comecei a dar aula online via Skype para uma aluna adulta que por motivo de trabalho não conseguia fazer as aulas presencialmente. Posteriormente, em 2018, uma aluna mudou para outra cidade e passou a ter aulas online comigo.

Voltando para 2020…

Março

Incialmente comecei a trabalhar com o que já tinha disponível: 01 smartphone, 01 headset, 01 tripé e 01 laptop. Um suporte flexível para celular foi adquirido em seguida. As aulas eram realizadas através do WhatsApp com ligações de vídeo ou Skype. Aulas síncronas! Em caso de necessidade, gravações eram feitas e enviadas ao aluno para que ele pudesse compreender melhor um determinado conteúdo.

Maio

Adotei a aplicação de chamadas de vídeo da plataforma digital Zoom, em conjunto com o software OBS. Claro, aprendi a utilizar essas ferramentas! Além da webcam do próprio laptop, foi necessário ter duas webcams para que o aluno visualizasse todo o teclado e também a minha postura no piano. Antes, eu alternava o smartphone do tripé para o suporte flexível.

Com a possibilidade de compartilhamento de tela, comecei a utilizar vários jogos musicais online. Alguns foram adaptados, como o Bingo Musical da PianoLar, outros de sites específicos para jogos musicais. Os alunos amaram!

Junho

Para finalizar o primeiro semestre, realizei um Sarau Virtual com os alunos adolescentes. No momento do Sarau utilizei o recurso Wheel of Names para saber qual seria a sequência de participação. Foi emocionante!

Para saber mais desse recurso, assista no meu canal no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=xNxMWYLDyhw

Julho

Mês de recesso para os alunos. Foi também um mês de trocas de experiências com colegas de profissão. Em edição online, ocorreu o VII Encontro Internacional de Pianistas de Piracicaba sob a direção artística e pedagógica do professor Dr. João Paulo Casarotti (USA). Nessa edição participei, junto com outros colegas, da mesa redonda com o tema: Ensinando Virtualmente : encontrando oportunidade na adversidade.

Agosto

Um desafio semanal realizado na própria aula do aluno. Foi incrível o processo com a participação de todos.

Setembro

Realizei a Corrida Musical através do Escape Room online (google forms), conhecido como jogo de escape online cujo objetivo é chegar no próximo nível ou chegar à outra sala. Com a proposta de revezamento 4 por 4, os alunos deveriam responder de forma colaborativa para vencer a corrida. Muitas risadas e concentrações… Valeu a pena!

Ainda nesse mês, comecei a utilizar o aplicativo Internet Midi da TimeWarp Technologies. Uma super novidade nas aulas. Esse aplicativo funciona com instrumentos MIDI, transmite e recebe até 16 canais de dados MIDI, fornece um teclado na tela com teclas animadas, pedais e metrônomo, oferece recursos de gravação / reprodução, entre outros. Segue o link para saber mais sobre esse aplicativo:

https://timewarptech.com

Outubro

Além do projeto “Teclas a 4 mãos” para o repertório a 4 mãos, nosso estúdio participou da Gincana Musical entre vários estúdios de piano do Brasil. A proposta da gincana foi realizada pelas queridíssimas professoras Daiane Raatz e Patrícia Melo.

Novembro e Dezembro

Muitas práticas musicais e na segunda quinzena de dezembro, recesso.

Presencial versus Online

No presencial podemos ajustar fisicamente a posição, postura ou técnica (conjunto de habilidades específicas) do aluno, no online, você recorre às câmeras.

Tocar com o aluno ao mesmo tempo. No online, você terá o atraso por conta do intervalo de tempo da chamada de vídeo.

Falar ao mesmo tempo? Hum… é preciso esperar o outro para falar.

Instruções densas se tornam mais simples! Menos é mais…

No lugar do caderno de anotações, os alunos podem recorrer em qualquer momento às gravações.

Jogos e recursos musicais físicos para jogos e recursos online.

Em suma, “aprender a aprender” por toda a vida faz muito sentido. Termino, desejando a você Um Novo Ano abençoado com paz, saúde e muita música! Felizes práticas!

Até breve!

Adriana Moraes

Aluno adolescente de piano, Atividade Criativa, Aulas de piano, Método de iniciação pianística, Professor de Piano, Repertório para Piano

Livro de iniciação para adolescentes: Accelerated Piano Adventures – For the Older Beginner – Book 1

Olá querido(a) professor(a) de piano!

Depois de algum tempo, cá estou para apresentar dicas de materiais para aulas de piano. Dessa vez, escolhi um material de iniciação voltado para uma turma cheia de energia. Sabe de qual faixa etária específica estou falando?

Sthefanie e Beatriz: alunas da PianoLar

Os adolescentes!!!!! Se você tem alunos adolescentes, como eu, vale a pena conhecer esse material. Escolher um material de acordo com a faixa etária é um fator importante em nossa prática de ensino. Assim, neste post, o primeiro de 2020 (virão outros, aguardem!) apresento uma sucinta descrição de um material de iniciação pianística voltado para adolescentes iniciantes. Vamos dar uma olhada nesse material?

Accelerated Piano Adventures
For the Older Beginner – Book 1
Nancy e Randall Faber (1998) – Revisado (2006,2010)

Material

96 páginas e CD de acompanhamento.

Conteúdo

12 Unidades. Pré-leitura (rapidamente) e leitura por intervalos. Seção Discovery (troca de dedilhado, tocar de olhos fechados, bater o ritmo, análise fraseológica,  entre outros). Dicionário de termos musicais.

Repertório

Melodias folclóricas e tradicionais estadunidenses, Composições dos próprios autores e da música erudita europeia.

Atividades Criativas

Presentes.

Os conteúdos musicais são apresentados de forma clara e com muitas atividades práticas para realizar!

Ainda, sobre materiais para as aulas de piano… Você já viu o novo material da Pianolar? O Acorde em Mãos? Ótimo recurso para trabalhar formação de acordes, tonalidades e regra de grafia. Vários professores já adquiriram e enviaram feedbacks positivos na utilização do material em suas aulas. Conheça você também aqui no Menu – Materiais Musicais! Se você já conhece, fico muito feliz!

Grata mais uma vez por sua presença aqui no Blog.

Até a próxima! Mãos no arado, sempre!

Adriana Moraes

Aluno Adulto, Atividade Criativa, Atividades Musicais, Aulas de piano, Método de iniciação pianística, Piano Lessons, Professor de Piano, Repertório

5 Aspectos relevantes da prática docente para alunos adultos iniciantes

O número de pessoas adultas que procuram por aulas de instrumento tem crescido significativamente a cada ano que passa. No entanto, nem sempre é fácil dar aulas para adultos pois, se por um lado eles estão motivados e querem aprender a tocar um instrumento, por outro, possuem uma lista intensa de afazeres diários que diminui o tempo de prática no instrumento. Neste post, serão ressaltados 5 aspectos essenciais que devem ser levados em conta pelo professor, para que o aluno não perca o entusiasmo pela aprendizagem e possa seguir em frente com os seus estudos.†

Trajetória Musical

Cada um de nós temos experiências musicais advindas de várias ações: seja ouvindo, cantando ou até mesmo tocando um instrumento em um determinado período da vida. Ouvir do aluno as suas experiências musicais, suas concepções e ideias acerca de música é criar espaços de diálogos entre os sujeitos (professor e aluno) envolvidos pelo fazer musical.

Razões para iniciar o estudo de piano na fase adulta

São várias as razões para iniciar os estudos de um instrumento na fase adulta. Entre elas, podemos destacar: sonho antigo de tocar o piano, tocar músicas que gosta, tocar em uma comunidade religiosa, ter tempo livre somente nesse momento da vida para realizar uma atividade musical e gosto pelo arte musical. O que vale ressaltar é que o professor deve conhecer os motivos pessoais do aluno para com o estudo do piano. Levando em conta os interesses do aluno, a proposta de ensino pode se tornar mais objetiva.

Materiais Didáticos Específicos para Adultos Iniciantes

Os métodos de iniciação ao piano para adulto possuem diferenças daqueles direcionados para crianças, mesmo que as orientações iniciais possam ser semelhantes. Ao conhecer as abordagens de diferentes materiais didáticos, o professor poderá utilizar aquele que mais atende, de modo favorável, o perfil de seu aluno adulto. Veja alguns exemplos de materiais de iniciação ao piano voltados para esse público específico.

††††

††

Prática de Repertório

Escolher materiais didáticos com conteúdos gradativos é um fator importante. Em sua maioria, os materiais de iniciação para adultos contém em um único material: lições, técnica, teoria e peças variadas. No entanto, apesar de trabalhar com uma variedade de peças, nem sempre os materiais trazem um repertório conhecido e preferido do aluno. Incorporar músicas que o aluno conhece e gosta é um fator motivador para que ele possa continuar com a prática no instrumento. Um dos caminhos de possibilidades de repertório é recorrer aos arranjos e adaptações, considerando o grau de dificuldade e conhecimento do aluno no instrumento.

Atividades de criação musical

A leitura da partitura é uma das práticas do piano. Outras ações estão relacionadas ao fazer musical, tais como: tirar músicas de ouvido, tocar por imitação, improvisar e criar. A prática de criar/improvisar pode soar estranho para o aluno que está iniciando, mas com o direcionamento do professor, ela se tornará uma atividade prazerosa e significativa para o aluno. Vários materiais de iniciação ao piano, indicados aqui no blog, apresentam propostas para o aluno improvisar e criar nas teclas pretas ou brancas a partir de um acompanhamento escrito para o professor. Logo, vamos criar?

Bem, termino por aqui e desde já agradecida pela sua presença aqui no blog. Como elemento surpresa, vou disponibilizar uma adaptação para iniciantes ao piano da música “Can´t help falling in love”. Em caso de interesse, escreva para adrianapianolar@gmail.com que enviarei logo em seguida para o seu e-mail.

Se você gostou dos conteúdos aqui apresentados, compartilhe e indique para outras pessoas. Até breve. Mãos ao arado, sempre!

Abraços,

Adriana Moraes

Atividades Musicais, Aulas de música, Aulas de piano, Jogos Musicais, Music Game, Piano Lessons, Professor de Piano

Flash PianoLar: Quer ganhar a atividade “Análise Musical?

Olá, muito bem-vindo(a)!

Mês de Julho é o mês de férias. É também um mês para repor as energias e voltar às aulas posteriormente com muito entusiasmo e novidades em materiais didáticos. Pensando nisso, a PianoLar tem uma super notícia:

Na compra de dois jogos da PianoLar ganhe uma atividade musical!

Sim, a “Análise Musical”. Você ganhará a arte para imprimir e realizar com seus alunos. Essa atividade é composta por um tabuleiro com cinco perguntas, em nível básico, para o aluno responder sobre uma determinada peça. Ou seja, ele terá que analisar a peça para responder as questões. As respostas estão em quadrados, e o aluno poderá responder apontando um determinado quadrado com a resposta.

Veja as fotos da Atividade Análise Musical:

Caso, escolha obter essa atividade pronta (tabuleiro A4 mais peças em EVA adesivadas), na compra de dois jogos da PianoLar, você terá um desconto.

Veja os jogos da PianoLar através dos links:

https://pianolar.wordpress.com/no-ritmo-atividade-musical/

https://pianolar.wordpress.com/kit-de-celulas-ritmicas/

https://pianolar.wordpress.com/domino-musical-mdf-compasso-simples/

https://pianolar.wordpress.com/domino-musical-mdf-compasso-composto-2/

Em caso de interesse, escreva para adrianapianolar@gmail ou pelo telefone 16 99211 9349.

À disposição, sempre!

Adriana Moraes

Jogos Musicais, Music Workshop, musical game, Piano Lessons

Workshop “Jogos Musicais e Materiais de Iniciação Pianística” em Uberlândia-MG

Olá,

Esse post apresenta um pouco do meu trabalho realizado no dia 06 de Abril na cidade de Uberlândia-MG. O workshop, com duração de 4 horas e meia, foi dividido em duas partes:

  • A primeira parte: apresentação de materiais didáticos de iniciação para jovens, adultos, adolescentes e crianças;
  • A segunda parte: diversos jogos musicais, além dos jogos da linha PianoLar e seções “Faça você Mesmo” para atividades musicais.

Gratidão ao amigo e irmão Maestro Ismael Sabino pelo apoio durante todo o curso, à minha querida ex aluna Déborah Inácio, licenciada pela UFU, que ficou responsável pela organização e divulgação do curso. À Beatriz por ceder o mimoso “Espaço de Artes Moraes e Morais” e a todos os professores queridíssimos que participaram.


Foi uma turma linda e super interessada. Para vocês, minha gratidão!!!

Mãos ao arado, sempre!!

Atividades Musicais, Aula de piano, estudo do piano, kanban, Professor de Piano

Kanban: uma ferramenta de organização para os estudos do piano

Olá,

O post de hoje é sobre como organizar os estudos do piano em casa. Não precisa nem comentar que a prática é muito importante para o desenvolvimento no instrumento, não é? Se por um lado essa realidade é tão clara, por outro, o que se verifica é que quase ninguém tem muito tempo e para muitos de nossos alunos, a aula de piano é mais uma atividade dentro da imensa agenda de tarefas diárias. Assim, é importante um direcionamento do professor para que o aluno possa ter em mente o quê e como estudar em sua casa.

São diversas as estratégias docentes de “como estudar”:

  • escrever no caderno de anotações ou nas folhas avulsas de aulas dos alunos,
  • utilizar marca textos coloridos para ressaltar uma e outra palavra-chave,
  • anotar na própria partitura (com muito cuidado para não poluir o visual), entre tantas outras.  

Além das anotações do professor, o aluno pode:

  • indicar a quantidade de práticas realizadas com adesivos e quadrinhos,
  • participar de maratonas e jogos que atendam esse objetivo, ou ainda
  • utilizar o “kanban” como uma ferramenta de organização para os seus estudos.

Isso mesmo, você já ouviu falar do método “kanban”?

A palavra kanban – em japonês, significa “registro” ou ainda “cartões visuais”.  É uma ferramenta muito utilizada para organizar e planejar tarefas.  Foi originalmente criada por Taiichi Ohno, da Toyota. É um sistema representado por um quadro e pode ser organizado utilizando uma folha de papel com cartões (post-it) que indicam um trabalho com fases pré-estabelecidas, conforme mostra a figura abaixo:

Basicamente, o quadro kanban contempla três colunas: Fazer, Fazendo e Feito. Na coluna Fazer – indica tarefas a serem feitas, na coluna Fazendo – o que está sendo feito e na coluna Feito – tarefas terminadas.

FAZER FAZENDO FEITO
Tarefas a serem feitas Tarefas sendo realizadas Tarefas terminadas

Esse modelo de quadro pode ser muito válido para :

  • organizar os estudos do piano,
  • manter o foco e a motivação para realizar tarefas,
  • visualizar o processo, e enfim
  • concluir uma prática  com muita satisfação e realização pessoal.

De modo simples, o quadro pode ser adaptado:

Após compreender como funciona esse recurso, o aluno poderá ter o seu próprio quadro, inserindo os cartões (post-it) de acordo com as suas necessidades e deixar o quadro bem à vista para acompanhar o seu estudo de forma visual e muito clara. O quadro está disponível para download:

Termino por aqui e desejando felizes práticas. Mãos ao arado, sempre!!

Adriana Moraes

Aluno Adulto, Atividades Musicais, Aulas de música, Aulas de piano, Método de iniciação pianística, Professor de Piano

Review: materiais de iniciação pianística para adultos!

Olá,

Agradecida por sua leitura e desejando muitas práticas felizes para você nesse novo ano que se inicia. Feliz 2019! Happy New Year!

Apesar de Janeiro ser um mês de descanso, por outro lado, é um mês para rever as nossas práticas e planejar as próximas que virão. Assim, o post de hoje traz alguns materiais de piano específicos para adultos iniciantes. Esses materiais já foram descritos aqui no blog e serão revistos de forma “mini”. A ordem dos materiais apresenta uma preferência pessoal. Caso queira saber sobre um material é só clicar no link abaixo de cada foto:

1. Adult Piano Adventures

 

 

 

 

https://pianolar.wordpress.com/2017/09/21/metodos-de-iniciacao-1-3-pianistica-para-adultos-iniciantes/

2. Adult Piano Method

metodo hal leonard

 

 

 

 

 

https://pianolar.wordpress.com/2017/09/29/metodos-de-iniciacao-pianistica-3-4-para-adultos-iniciantes/

3. Toque Piano Hoje

bucher

https://pianolar.wordpress.com/2017/10/06/metodos-de-iniciacao-pianistica-4-4-para-adultos-iniciantes/

4. Pianíssimo

pianissimo

https://pianolar.wordpress.com/2018/08/14/pianissimo-um-material-de-iniciacao-ao-piano-para-jovens-e-adultos/

5. Upper Hands Piano

 

 

 

 

 

 

 

https://pianolar.wordpress.com/2017/09/13/metodos-de-iniciacao-1-4-pianistica-para-adultos-iniciantes/

Mãos ao arado, sempre! Abraços!

Adriana Moraes

Atividades Musicais, Aulas de música, Aulas de piano, Pianistas Amadores, Professor de Piano, Repertório

Outubro Musical!

Olá!

Começo esse post agradecendo imensamente a sua presença aqui no blog. A sua leitura sempre será um fator motivador para continuar com os posts sobre o ensino de música, em específico do piano.  Para você daqui do nosso Brasil gigante ou de outro país querido, o meu muito obrigada! Seja sempre bem-vindo! Welcome!

Outubro é um mês marcante de comemorações. Seja para comemorar o dia das crianças ou ainda o dia dos professores… A verdade é que sempre teremos motivos para apresentar um repertório conhecido aos alunos. Assim, para esse post disponibilizo um arranjo de uma mimosa canção, muito conhecida por adultos ou crianças. A seguir, um pouquinho da letra:

Um menino caminha e caminhando chega no muro
E ali logo em frente, a esperar pela gente, o futuro está.

Já sabe qual é a música? Simmmm! Bravo!!!  É a Aquarela do Toquinho. Aproveite essa adaptação para alunos iniciantes.

Aquarela – Toquinho

Além disso, disponibilizo uma atividade para trabalhar com figuras equivalentes.

Atividade – figuras musicais equivalentes

Mãos ao arado, sempre! Felizes práticas.

Adriana Moraes

 

 

 

Aluno Adulto, Aulas de música, Aulas de piano, Método de iniciação pianística, Professor de Piano, Repertório

Pianíssimo: um material de iniciação ao piano para jovens e adultos

Olá,

Em posts anteriores, discorri sobre alguns métodos brasileiros e estadunidenses para alunos adultos iniciantes de piano. O post de hoje apresenta o método Pianíssimo (2014) –  mais um material voltado para esse público específico. Dessa vez, a autora é a querida professora Elvira Drummond, muito conhecida por nós, professores de música. Ela possui uma quantidade significativa de materiais interessantíssimos para o ensino de música. O método em questão busca iniciar jovens e adultos não apenas na prática pianística, “mas, sobretudo, na aventura prazerosa de desbravar os caminhos que nos levam à compreensão da linguagem musical” (Nota da autora). Então… hora de conhecer um pouco mais desse material.

Conteúdo do Material

O livro é composto por 86 páginas. Logo no início, a autora apresenta o piano e seu mecanismo, a escrita pianística, a posição das mãos e o número dos dedos. Os conceitos musicais são apreendidos de forma gradativa através da execução das peças. Sem adornos infantis, cada peça contém um texto explicativo para o aluno. A extensão das notas compreende duas oitavas (acima e abaixo) partindo do Dó Central. Os conteúdos estão organizados nos seguintes subtítulos:

  • Exercícios Preliminares: iniciação nas teclas brancas a partir do Dó Central;
  • Passeios na Clave de Sol;
  • Passeios na Clave de Fá;
  • Combinando as duas pautas;
  • Ampliando o uso do teclado.

Repertório

O repertório apresenta arranjos de melodias tradicionais e folclóricas brasileiras e de outros países. No entanto, grande parte do repertório é composto pela própria autora. Muitas dessas peças possuem um acompanhamento escrito, o que possibilita o professor tocar junto com o aluno.

Atividades Criativas

O professor poderá sugerir atividades de criação a partir dos conceitos apreendidos.

Do material

O conteúdo musical é apresentado de modo sucinto e sem alongar um determinado conceito ou explicação. Tal característica do material parece estar relacionada ao seu público-alvo. O tamanho da fonte favorece a leitura. Apesar de exibir alguma figura ou um detalhe colorido, que são pouquíssimos, a cor preta prevalece para os textos e partituras.

Momento de PianoLar!

mulher tocando piano

Bem, após uma breve análise de um material didático, chegou o momento de tocar! A sugestão de hoje é “Canção da Primavera” do compositor Felix Mendelssohn Bartholdy. A seguir, disponibilizo uma adaptação contendo uma pequena parte do tema em nível elementar. Além disso, a partir das cifras, o professor poderá realizar um acompanhamento.

fragmento do tema da primavera – mendelssohn

Termino por aqui, agradecida pela sua leitura e desejando felizes práticas docentes.   Mãos no arado, sempre!

Até a próxima,

Adriana Moraes.